• Todas as comunidades
    • Todas as comunidades
    • Fóruns
    • Idéias
    • Blogs
Avançado

Kudos0

Ameaças online mais comuns para crianças

Crianças estão entre os mais usuários mais ativos na Internet e são objeto de inúmeras ameaças. Se você permite que seus filhos passem considerável parte do tempo navegando na internet, é importante saber que tipo de ameaça eles enfrentam para que você possa lidar com elas de maneira adequada. Aqui estão algumas das ameaças online mais comuns para crianças:

Conteúdo Impróprio

A Internet está cheia de “conteúdo impróprio”. Seus filhos podem tentar procurar esse tipo de conteúdo ou se depararem com um acidentalmente. De qualquer modo, é muito fácil saber se o site com conteúdo impróprio não está bloqueado. Invista em um software de controle para pais como o Norton Family para bloquear sites que você não quer que seus filhos acessem. Outra opção é usar um navegador amigo, ou seja, que bloqueie automaticamente sites inadequados para crianças. O que também ajuda, é manter os olhos bem abertos enquanto seus filhos estiverem online ou verificar o histórico de buscas recentes para ter uma ideia de quais sites estão visitando. Colocar seu computador em um local que toda família usa regularmente é também uma ótima ideia.

Sala de Bate Papo “Amigos”

Alguns predadores entram em salas de bate papo ou usam redes sociais para encontrar crianças. Tornam-se amigos dessas crianças fingindo ter sua idade e, geralmente, tentam se encontrar com elas em algum momento. Criar perfis falsos é bastante simples e os pais devem sempre enfatizar esse perigo aos seus filhos. Investigue além dos sinais de alerta e mostre que eles sempre podem contar com vocês quando se sentirem ameaçados. Encoraje seus filhos a interagirem online somente com pessoas conhecidas, como amigos e parentes. Também, deixe bem claro que encontros com pessoas que conheceram online representa um perigo muito real e assustador.

Cyberbullying

Já que predadores não precisam mais sair de suas casas para interagirem com crianças, não existe mais a necessidade de estar frente a frente com a vítima. Cyberbullying através de redes sociais, infelizmente, é predominante no mundo de hoje e causa tantos danos quanto qualquer outro tipo de bullying. Essa é, possivelmente, uma das ameaças mais desafiadoras para se lidar e a solução é, em primeiro lugar, evitar que seus filhos criem perfis em redes sociais. Explique que eles poderão participar delas quando forem mais velhos. Se não quiser fazer isso, lembre-os de que poderão sempre vir até vocês caso se sintam intimidados, online ou não. Você não poderá fazer muita coisa se não souber o que está acontecendo.

Golpistas Online

Embora adultos sejam frequentemente alvo de golpistas online, crianças também estão bastante vulneráveis a eles. Golpes comuns incluem e-mails afirmando que você ganhou grandes somas de dinheiro solicitando pagamentos para os referidos “ganhos”, sites que oferecem algo por um preço baixo, mas, nunca explicam o que é exatamente. Lembre-se basicamente que nada é muito barato ou de graça.

A educação é chave para prevenir armadilhas online, portanto, certifique-se de que seus filhos conheçam os sinais. Enfatize, também, que eles não devem nunca comprar algo online sem que sua aprovação e não os encoraje a clicar em links suspeitos. Quanto mais eles souberem, melhor – você não quer que eles infectem o computador da família acidentalmente com um vírus ou qualquer outra coisa que o faça gastar uma fortuna.

Lembrem-se, vocês são os pais e controlam quanto seus filhos usam de Internet. Eles não precisam ter smartphones – um aparelho simples para emergências e ligações para os amigos é mais do que suficiente. Eles também não deveriam ter perfis em redes sociais, pois eles podem esperar para participar deste tipo de atividade na Internet, até que estejam na idade certa para isso. Agora é hora de criança brincar lá fora e se comportar... como criança!

Comentários

Kudos0

#Bulling, #SegurançaOnline, #ProteçãoFamilia, #Família, #SegurançaFamilia, #NortonFamily